sábado, maio 14, 2016

O verão antes do Verão

Oficialmente o Instituto de Metereologia Holandês (KNMI) declara um dia como sendo de verão quando, entre Maio e Setembro, a temperatura atinge os 25°, na estação meteorológica em De Bilt.
E nós tivemos praticamente uma semana inteira de verão. Mesmo que a temperatura do ar não tenha atingido os 25° lá no sítio, com o sol que esteve a sensação térmica depois do almoço ou mesmo ao sair do trabalho era sempre elevada, com o termómetro do carro a marcar entre os 27° e os 29°.
Isto porque aqui na Holanda, pelo menos nestes dias a temperatura mantêm-se nos valores máximos até perto das 20:00 ou mesmo depois.

Hoje, sexta-feira (apesar de muita gente só ler isto amanhã porque é tarde) foi o primeiro dia em mais de uma semana que usei manga comprida. E mesmo assim a temperatura máxima esteve nos 20° com sol o dia todo.
Mas o vento ainda há pouco soprava lá fora anunciando que estes primeiros dias de verão de 2016 já acabaram. Agora temos de esperar pelos próximos mas pelas previsões actuais não temos de esperar muito e ainda em Maio devem voltar os dias de sol com temperaturas acima dos 20°. Resta saber se serão dias oficiais de verão.

Ainda esta semana um colega meu que veio para cá há poucos meses (trabalhava já antes connosco mas na Irlanda) me perguntava se costumava ser assim bom.
Como digo sempre a muita gente, e talvez já tenha aqui escrito mas não me apetece ir pesquisar, eu pessoalmente considero que a Primavera aqui é acima das expectativas e chega a ser melhor até no global do que Primaveras em Portugal pois costuma fazer sol e nem chove muito. Este ano comprovou isso mesmo, pelo menos em Maio.
Mas ainda 2 semanas antes tivemos o Dia do Rei (ou Rainha) mais frio desde que há registos, apesar de ter sido o único dia de sol numa semana cinzenta e cheia de chuva. Só que a começar esta semana de verão, no feriado da Ascensão que coincidiu com o Dia da Libertação (como escrevi aqui) tivemos o dia com mais horas de sol, 14, desde que há registo! Tudo muda no espaço duma semana...

Mas continuando com o que disse ao meu colega, para mim a Primavera aqui é bastante boa e o Verão nem por isso, havendo só uns dias espaçados de verdadeiro verão durante o Verão propriamente dito. É muito comum as piadas com recurso de memes, a dizer para aproveitar o Verão deste ano porque vai ser amanhã. Ou quando o Verão está a chegar ao fim, as mesmas piadas a dizer que gostaram do Verão, foi no dia X.
E a verdade é que estatisticamente o mês de Maio, que ainda é Primavera, é o mês com mais horas de sol, menos humidade e menos precipitação aqui na Holanda. Não é o mês das temperaturas mais elevadas, mas compensa com o resto.
Está então comprovada a minha percepção sobre a Primavera, que acaba por ser sobretudo influenciada pelo mês de Maio, o pico da estação.

Quantos aos próximos dias de Verão eu não partilho o pessimismo generalizado das pessoas aqui, holandeses incluídos e acho que existem sempre mais períodos de tempo mesmo de Verão do que muita gente faz crer. Tivemos já uma semana, e acredito que vamos ter pelo menos mais 2 de verdadeiro Verão.
Atenção que a temperatura máxima não é tudo. Para muita gente habituada a latitudes mais meridionais só é Verão se tivermos mais de 30°. Aqui uma pessoa habitua-se a outras coisas e logo eu que nunca fui grande apreciador do calor.
Qualquer dia de sol, sem vento e temperaturas perto dos 25° está perfeito até para ir nadar no mar.
Só ainda não fui este ano porque não levei calções de banho no sábado passado e fui só eu e o miúdo, portanto o objectivo era passar tempo com ele (que dificilmente incluiria mergulhos no mar porque ele ainda tem receio).

PS - Queria só acrescentar que pela primeira vez fui rejeitado, ou recusado, depois de ter passado por uma verdadeira entrevista de emprego. Ainda há umas semanas dizia que em todas as que tinham passado da fase de contacto inicial e passado por entrevista mesmo, eu tinha recebido uma oferta mas na semana passada fui rejeitado pois a ideia que ficaram de mim era apenas um "talvez" e não um "com certeza". Mas até foram simpáticos e ligaram-me para me explicar os pontos negativos que tinham ficado de todas as entrevistas que fiz (e foram 5 com 6 pessoas diferentes). Acabei por ser tramado pela minha descontracção e ter levado as entrevistas como conversas entre pessoas sem medir muito bem o que dizia e não esconder coisas que poderiam ser mal interpretadas e foi isso mesmo que me tramou. Isso e também o facto de falar muito, como todos os que lêem o blog já notaram certamente. É um ponto positivo a nível social e de simpatia mas negativo para aqueles gajos do ponto de vista técnico. Por outro lado tenho clientes meus que apreciam imenso o facto de eu falar mais e não ser curto e grosso pois torna as discussões mais simpáticas e amigáveis.
Mas adiante, acabei por ficar com a impressão que aquela empresa quer gajos que dão sempre mais que o esperado ou seja, façamos sempre mais do que as nossas competências. Na verdade toda a empresa gostaria de ter só gente dessa, mas quando focam a razão de te descartarem isso mesmo, deixa-me a pensar que poderei me ter livrado de boa. Não que não tenha gostado do ambiente, mas às tantas teria que dar sempre mais um pouco de mim do que agora e tenho que ser franco, a chegar aos 40 anos e com mais 1 criança a caminho, o que procuro é dedicar menos tempo e energia a vida profissional e mais à familiar e pessoal. O tempo mostrou-me que tomei a decisão correcta quando recusei outras propostas no passado. Esta recusaram-me a mim mas se calhar o tempo vai mostrar que foi também a decisão correcta para as 2 partes...
Mas se por um lado fui rejeitado por uns, no mesmo dia uma das educadoras da creche olhou para mim e disse que estava mais magro. Quando se fecha uma porta, abrem-se outras...

Sem comentários:

Publicar um comentário

Opina à tua vontade