domingo, julho 21, 2019

Às vezes, aos fins-de-semana de manhã, eu vejo música


Já passa das 9:00 da manhã e eu ainda sou a única pessoa acordada aqui em casa. Uma raridade, tendo em conta que aos fins-de-semana as crianças costumam acordar mais cedo. Mas ontem fomos a um picnic ao final do dia, e só chegamos a casa quase às 22:00. É Verão, férias da escola, e sei que muita gente (mais em Portugal) está habituada a ver miúdos levantados até bem tarde mas nós somos "diferentes" e continuamos a achar que os miúdos têm de dormir pelo menos 10~11 horas, logo deitar cedo é a regra, seja que altura do ano for. Até porque eles quase sempre levantam-se antes das 8, e o costume é levantarem-se ainda mais cedo ao fim-de-semana (eu acho que é para nos enervar).

Hoje está a ser diferente e eu achei que era boa altura para vir escrever, mas já estou a ouvir barulho portanto vou ter de parar por aqui e acabar de escrever logo à noite no Domingo de manhã. Pois, o Sebastião veio para baixo com a mãe e o laptop ficou encostado por 20 horas...

Hoje, tal como ontem, eu levantei-me por volta das 5 da manha, como tem sido habitual nas últimas semanas. E se durante a semana eu faço uma primeira leitura pela internet antes de me ir preparar para o trabalho, quando tenho tempo para mim ao fim-de-semana eu aproveito para me actualizar em relação ao panorama musical actual. Ponho um canal na TV, e gosto do XITE (as in eXcite e não as in chaite). Ao ver a programação matinal fico a conhecer as novidades dos artistas pop que a juventude de hoje (geração Z) ouve, como a Mabel, Dua Lipa (é do ano passado mas nunca tinha ouvido antes), Taylor Swift, Shawn Mendes e Camila Cabello, Bebe Rexha (mais ou menos), Ava Max (parece mesmo a Lady Gaga dos primeiros álbuns), Billie Eilish, Rita Ora (também mais ou menos, tecnicamente deveria ter mencionado no parágrafo seguinte), mas sem esquecer o hit do momento que até o Bastião canta.

Mas uma das razões para ver o XITE é que também fico a par do panorama musical da Holanda, recente ou mais antigo, não interessa, como Ronnie Flex, Tabitha (mais ou menos), as TP4Y, Marco Borsato (com outros, como agora é quase tudo), o Quique que canta em espanhol, o Ali B que é dos poucos marroquinos que os nativos acham fofinho, e claro o Duncan Laurence que agora passa constantemente em todo o lado.

Mas o que gostei mais nesta manhã, foi o separador que o XITE usa, com parte desta música, que eu já ouvia segmentos (acho que é usada em videos que se encontra pela net) mas que não me recordo de ter visto alguma vez na totalidade, e como se diz em inglês, é mesmo dope:


PS - Fiquei também a perceber a razão da Mabel me parecer familiar; ela é filha da Neneh Cherry, que, para quem não se lembra, canta nesta música que "toda a gente" conhece...

Sem comentários:

Publicar um comentário

Opina à tua vontade