terça-feira, dezembro 06, 2011

Red Riding Hood

Vi este filme no domingo à noite, aliás acabei de ve-lo ontem de manhã pois tinha adormecido nos ultimos 20 mins (já não agoira nada de bom, né?).
Sem entrar em muitos detalhes para não estragar quem o quererá ver, apenas posso dizer que o filme estava a acabar e eu a pensar que esta adaptação do conto de fadas francês era mesmo o que se podia chamar de "Capuchinho Vermelho encontra A Saga Twilight". A história centrada numa jovem alvo do afecto de 2 jovens, narrada por uma das personagens, a fotografia, os angulos de camara e a banda sonora. O Twilight estava lá. Até o pai da personagem central é o mesmo actor e tudo!
Não é de admirar que assim seja pois os filmes foram realizados pela mesma pessoa.
Uma vantagem do Red Riding Hood é que a Amanda Seyfried apesar de loira é bem mais convincente que a Kristen Stewart.

E uma vez que falamos em capas vermelhas, um pouco de cultura e costume aqui dos Países Baixos: ontem foi dia de Sinterklaas que é como quem diz, Dia de São Nicolau, patrono das crianças, marinheiros e de Amesterdão.
O curioso é que aqui o Sinterklaas é que traz as prendas (e vem de Espanha!) acompanhado com o Zwarte Piet (ou vários) que é o seu ajudante que desce pelas chaminés para deixar as prendas. Originalmente um ajudante mouro espanhol (daí ser Pedro Preto), agora dizem que é negro da felugem das chaminés.
É neste dia que se distribuem os presentes por aqui, sobretudo para as crianças. É bom de ver que a Holanda ainda resiste ao Pai Natal da Coca-Cola e não se converteu ainda em definitivo ao frenesim da Véspera de Natal.


Sem comentários:

Publicar um comentário

Opina à tua vontade